sexta-feira, 4 de junho de 2010

A Deusa no Esgoto

A Deusa no Esgoto
Maio 2010
Tamanho A3
As formas belas já não têm o valor de antig(u)amente e encontram-se em locais adequados neste mundo coberto de poeiras modernas.

6 comentários:

Eduardo P.L disse...

Rui, colagem e que outra tinta?!

Silvares disse...

Eduardo, gosto de o ver neste recanto. Estes desenhos são feitos com tinta da china e tinta acrílica. Costumo comprar umas latinhas daquelas que se usam para pintar paredes porque dá para mergulhar o pincel e trazer quantidades generosas que, com os tubos,seriam quase impossíveis de fazer sem estar sempre a espremê-los e a misturar água.

Eduardo P.L disse...

O resultado é muito instigante! O tamanho, também! Estou habituado á grandes áreas, e quero voltar a desenhar, pintar e colar em tamanho A4.

Silvares disse...

Estes desnhos são, normalmente, executados em tamanho A3. A dimensão é um tanto acanhada mas dá uma possibilidade de grande dinâmica na execução dos trabalhos.
Raramente um desenho fica na parede de um dia para o outro. A pequena dimensão convida a uma conclusão rápida. por vezes é tão rápida, a conclusão, que nem me apercebo que já está acabado!
:-)
Pessoalmete tenho um grande prazer nas dimensões maiores. Permite outro gesto, leva mais tempo a fazer, convida à reflexão.
Posso passar horas olhando um trabalho, após o primeiro ataque à superficíe do suporte. E depois, com o pincel na mão, a coisa acaba num minuto. ou em uma hora. ou duas, o que interessa isso? Quando pintamos entramos noutra dimensão, one o tempo tem um espaço e uma presença muito diferentes do normal. Pintar não nos deixa ficar aqui, leva-nos para lá.

(acabei de chegar de uma festa e estou com uma veia literária muito generosa :-)

Silvares disse...

Eu disse: "Quando pintamos entramos noutra dimensão, one o tempo tem um espaço e uma presença muito diferentes do normal. Pintar não nos deixa ficar aqui, leva-nos para lá." e queria dizer: "onde o tempo tem..." não queria dizer "one", isso é "um" na língua inglesa (cuja beleza reside na simplicidade com que se utiliza :=). Sou de opinião que devíamos escrever as leis em ingles. Uma lei escrita em português não se percebe. Não se consegue aplicar, está sempre a ser contestada. O pior é que é contestada com toda a razão.

Um abraço (que bela noite!:-)

MUMIA disse...

rui: mt bem!
deve ter sido uma festa e...sei lá que mais...
festa é festa!!!
mai nada!!!
o_o